quinta-feira, 18 de agosto de 2011

É muito bom sonhar , triste quando não os concretizamos!

É muito bom sonhar , triste quando não os concretizamos

Sonhar é uma delícia, tornar seus sonhos realidade uma grande felicidade porém quando por uma fatalidade não temos a chance de concretizar esses sonhos fica um buraco na alma, um grande vazio.

Quem não sonha? Eu estou sempre sonhando com alguma coisa, uma viagem, uma surpresa que pretendo fazer para alguém e proporcionar assim alegres momentos a uma pessoa querida, comprar algo para deixar meus dias mais leves, tranqüilos , ir a um lugar especial (esse já realizei mais de uma vez indo a lugares que desde criança sonhava, é bom demais), reencontrar amigos , temos sonhos junto com amigos, primos e assim vamos pela vida sonhando, realizando sempre que possível mas de vez em quando a vida puxa nosso tapetinho nos deixando sem chão por muito tempo.

Este não está sendo um ano fácil para mim, perder uma grande amiga é muito difícil, muito dolorido por mais que tenhamos consciência que ela precisava partir para encontrar a paz e parar de sofrer mas o vazio que ficou está difícil de preencher, afff, que ano sofrido!

Nós duas planejávamos ficar velhinhas tomando sol na linda praia do Leme, queríamos passear pelo Central Park, sentar num daqueles bancos e jogar conversa fora até ficarmos sem fala , não acredito que isto acontecesse porque não faltavam assuntos quando estávamos juntas, não sei quem falava mais rs,rs,sr.
Fizemos tantos planos, sentadas na beira da piscina em Petrópolis sonhávamos em voltar a São Lourenço onde passamos alguns dias divertidíssimos, queríamos voltar a passear pelo parque, tomar todas as águas e ir correndo para o hotel porque os efeitos são poderosos rs,rs,rs, que saudade de tudo, que saudade de você amiga querida!


Saudade do seu Bom dia, das nossas gargalhadas matinais, farras no seu blog logo cedo, lembra da Vovó da Laje? Nossa, quantos momentos lindos vivemos ali, me esqueço que você partiu, acordo e vou direto no blog para dar um oi e caio na triste realidade que seu blog agora é aí no céu , você ainda não enviou o novo endereço para continuarmos nossa troca de mensagens, a conexão aí deve ser mais complicada né?

Sempre ouço que todos somos substituíveis, acho não, existem pessoas que jamais serão substituídas em nossos corações, cada uma tem um lugar “especial” que fica vazio para sempre quando partem e você Lilizinha querida é aquele tipo de pessoa que passou por aqui deixando em cada um de nós a sua marca registrada de amor, bondade, AMIZADE com todas as letras maiúsculas.

Bom dia querida, que você esteja em uma nuvem cor de rosa em paz e feliz!


5 comentários:

M.Rosario//BENDIZER disse...

Eh Rosana, nada fácil para nos que ficamos. Tenho muita dificuldade para dissolver as minhas perdas.
Conversava com Zel, neste fds passado, que perdi muito a vontade de escrever no blog depois que a Lili se foi. Não sei te dizer por que, não sei.
Uma onda de muitos inesperados andaram me fazendo cia, a gente tenta sempre estar de bem com a vida mas, Ro não somos de ferro.
Hj estou com a carne tremendo, daqui a pouco vou a um novo Onco.. uma tensão infinita, inexplicável.
@@

angel disse...

Ontem assisti o filme "Nosso Lar" e confesso que senti uma grande esperança na vida. Conforta sabermos que nada acaba após a morte do corpo físico, que nossos afetos continuam os mesmos e que nos reencontraremos um dia. É como uma grande viagem de volta para o nosso verdadeiro lugar, esperando o regresso dos que nos foram caros. A saudade fica, mas a lembrança dos momentos felizes amenizam a dor.

Helga disse...

Ro, eu lamento tanto sua perda!
Eu que não conhecia a Eliane pessoalmente senti profundamente sua perda, imagino você, amiga tão próxima.
Procure ficar bem, ela não iria gostar de te ver triste assim,viu?
Beijão

Rosana S. Brigagão disse...

Minhas queridas Ro, Angel e Helga, vcs são umas queridas, mto obrigada pelo carinho faz mto bem ao meu coração.

isto não aconteceu só com vc Ro, algumas pessoas que tb faziam parte da vida dela não conseguiram fazer coisas q estavam acostumadas pq trocavam idéia com ela e sua partida repentina deixou um grande vazio em todos nós.
Tem coisas e lugares que não consigo ir, não consigo fazer pq sempre estávamos juntas, a dupla do bairro charmoso.
Tb não sou de ferro, nossa convivência era da hora que acordávamos até a noite qdo vinha p minha casa e mesmo assim ainda trocávamos emails e telefonemas, em alguns momentos era engraçado, pensávamos q a outra estava dormindo e de repente o telefone tocava, TÁ DORMINDO?? e kkkkkkkkkkkkkkkkkk... era uma pessoal MARAVILHOSAAAAAAAAAA cheia de vida, de alegria, tantas coisas que ainda queria realizar, Deus não podia ter levado ela assim, me desculpem mas hoje tá difícil pra carambaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
Beijinhos, rezem por mim viu?

Rosana S. Brigagão disse...

Ro querida, sei que sei momento é difícil mas não abandone seu blog, Lili ficaria triste pq vc e ela com suas postagens dão muita fôrça para turma da tribo, elas precisam das suas postagens e como sempre falávamos no blog da Lili, FÔRÇA NO PERUCÃO querida e vamos em frente pq Deus é mais e está com você!Beijinsssssss