domingo, 2 de outubro de 2011

Igreja comemora a 376ª Festa de Nossa Senhora da Penha no dia 2 de outubro


Tudo começou no início do século XVII, por volta do ano de 1635, quando o Capitão Baltazar de Abreu Cardoso ia subindo o Penhasco (grande pedra) para ver as suas plantações, uma vez que era proprietário de toda a área no entorno do atual Santuário. De repente foi atacado por uma enorme serpente. Baltazar, que era devoto de Nossa Senhora, quando se viu só e incapaz de se defender, pediu socorro a Nossa Senhora gritando: "Minha Nossa Senhora, valei-me!". Nesse preciso momento surgiu um lagarto inimigo das serpentes, e travou-se uma luta mortífera entre os dois animais. Baltazar por sua vez, não perdeu tempo e fugiu.

Ficou tão agradecido a Virgem que construiu uma pequena capela onde pôs uma imagem de Nossa Senhora e passou a subir não só para olhar suas plantações mas também para agradecer sempre por ter salvo sua vida.A devoção à Nossa Senhora da Penha foi se espalhando e cada vez era maior o número de pessoas que visitavam este lugar sagrado e encantador. Umas para pedir e outras para agradecer a sua intercessão.

O capitão Baltazar doou todas as suas propriedades a Nossa Senhora da Penha, havia necessidade, porém, que alguém, com crédito, administrasse responsavelmente esse patrimônio. Foi criada então a Venerável Irmandade de Nossa Senhora da Penha no ano de 1728 a qual com muito zelo e dedicação demoliu a primeira capela - muito pequena - e construiu outra, com uma torre onde foram colocados dois pequenos sinos.

Mais tarde esta pequena capela foi demolida para uma construção maior que pudesse abrigar os fiéis que visitavam a Virgem até que por volta do ano de 1900 houve uma nova intervenção. O templo foi ampliado, ganhando duas novas torres, nas quais, mais tarde, foi instalado um carrilhão com 25 sinos de origem portuguesa, adquiridos na Exposição Nacional do 1º Centenário da Independência do Brasil. Este Carrilhão foi inaugurado em 27 de setembro de 1925 com a bênção do então Núncio Apostólico no Brasil, Cardeal Dom Henrique Gasparri.


A Sra. Maria Barbosa devota de Nossa Senhora confiou, pediu e prometeu que se tivesse um filho mandaria esculpir no duro granito do penhasco uma escadaria para facilitar o acesso dos devotos de Nossa Senhora da Penha ao Santuário. No ano seguinte o casal era presenteado com um lindo filho e no ano de 1819 a escadaria estava pronta. São 382 degraus talhados na própria pedra, mais ainda do que o número de dias do ano.


Hoje fazem cinco meses que perdi minha grande amiga Eliane, ela e sua mâe D.Linda eram devotas de Nossa Senhora da Penha, este post é uma homenagem que faço as duas que agora estão ao lado da Virgem descansando em paz.
Não a conheci mas por tudo que Lili e seus familiares me contam sobre D. Linda, foi uma mãe, esposa e amiga maravilhosa, tenho certeza que também teríamos sido boas amigas, para vocês duas que moram no meu coração muita Paz e Luz onde estiverem!


A cada domingo, entre 1500 e 2000 fiéis assistem às missas celebradas na igreja. O santuário tem ainda um museu que guarda relíquias do século XVIII.
Cinco motivos para você conhecer esta linda igreja:

1- A vista. O Santuário da Penha tem bancos espalhados, sombra e uma vista privilegiada da Zona Norte da cidade. De um lado, se vêem o aeroporto Internacional, a Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar e o Corcovado. Do outro, a serra dos Órgãos e a Baixada Fluminense. Também há duas lanchonetes disponíveis.

2- O museu. Guarda utensílios usados pela igreja e imagens de santos antigas. No acervo, há uma estátua de Nossa Senhora da Penha do século XVIII, castiçais do século XIX e um sino de 1728, que tem um brasão da coroa portuguesa. Outra curiosidade é uma foto de D Pedro II, feita durante uma visita do imperador ao santuário católico.

3- Sala dos milagres. O ambiente abriga ex-votos de todo tipo. Lá, fiéis de Nossa Senhora deixam oferendas para agradecer as graças obtidas. Há ex-votos de mais de 200 anos, feitas com prata. As atuais são feitas, em sua maioria, de cera. Também há uma profusão de vestidos de noiva e uniformes militares.

4- A escadaria. A escadaria da igreja da Penha é única no mundo. São 382 degraus, que foram esculpidos na rocha. A obra foi feita a mando de um casal, que conseguiu ter filhos após uma promessa para Nossa Senhora. A escada é simétrica e acompanha o desenho do morro.

5- A igreja. O templo pequeno esconde uma curiosidade. Conta com 25 sinos de origem portuguesa, adquiridos nos anos 20. Era a igreja com o maior número de sinos no Brasil. Além disso, há uma bela imagem de Nossa Senhora em seu interior, que é pequeno. Do lado de fora, um extenso mirante circunda toda a igreja. A paisagem deslumbrante da cidade inclui o recentemente inaugurado teleférico do morro do Alemão.


Esta última foto é de 1920.

Fotos GOOGLE
Fonte WIKIPÉDIA, site da VEJA RIO

Um comentário: